direitos humanos: uma moeda de troca na política internacional

Os ataques contra as forças líbias objetivavam a “proteção” das populações civis. No Iraque e no Afeganistão, alguns anos antes, os motivos eram os mesmos “direitos humanos”. Agora talvez seja a vez da Síria. Lamentável ter sempre que usar a expressão direitos humanos entre aspas…

Leiam o artigo da Carta Capital

A Itália não pode devolver refugiados

A Corte Europeia de Direitos Humanos considerou, na quinta-feira 23, a Itália culpada por violar os direitos de 11 imigrantes somalis e 13 eritreus que tentaram entrar no país ilegalmente. Eles faziam parte de um grupo de 200 pessoas que partiu em três barcos da Líbia e foi enviado de volta ao país africano em 2009.

Artigo completo em http://www.cartacapital.com.br/internacional/a-italia-nao-pode-devolver-refugiados/

Abraços a todos!