Qual o interesse em fazer da Síria a nova Bósnia?

Este texto analisa os (im)possíveis paralelos entre o caso dos Bálcãs nos anos 1990 e o da Síria na atualidade.

Os chamados “pundits” – termo de origem hindu que designa os “analistas” e comentaristas convidados pela mídia anglo-saxã para dar palpites sobre o noticiário – têm um papel estratégico na formação da opinião pública. Legitimados pela imprensa como “especialistas” autorizados a dar palpites com mais propriedade que outros, sentam-se às bancadas de telejornais e assinam colunas nas páginas de opinião para falar do mundo, sob o pretexto da análise e interpretação dos fatos. Mas os pundits não dizem qualquer coisa que pensam. Eles são chamados para dizer aquilo em que os donos da mídia – e seus aliados de classe – já acreditam e com o que concordam, com opiniões que os editores já sabem de antemão quais são. Portanto, toda vez que os pundits começam a falar em uníssono, estão refletindo a posição conjuntural do bloco histórico hegemônico num determinado momento.

Texto bastante interessante em

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/20477/qual+o+interesse+em+fazer+da+siria+a+nova+bosnia.shtml

Abraços a todos!