No Magreb, os blogueiros estão cansados

Reforçando a idéia:

Um movimento social é caracterizado por: uma ideologia norteadora, uma estrutura interna e por objetivos definidos.

As revoluções do passado não foram revoluções “do telefone” ou “da televisão”. Transformações sociais são feitas com gente na rua, não com pessoas “noites a fio, atrás das telas de seus computadores, para divulgar as imagens das manifestações e os excessos dos policiais”. As revoluções do presente (“Primavera Árabe”) não são revoluções “do facebook”…

Leia o artigo da Le Monde Diplomatique Brasil em

http://www.diplomatique.org.br/artigo.php?id=1115

Abraços a todos!