para reflexão…

Olá!

Que tal uma reflexão: “retrospectiva do semestre”, quem sabe.

Perdoem o pessimismo das linhas abaixo. Afinal, eu sei que aconteceram “coisas boas” nos últimos meses, mas… Que cada um chegue a sua conclusão.

Primeiro, o Paraguai. Apesar de haver quem negue, foi sim um GOLPE! Motivo subjetivo e ausência de ampla defesa não caracterizam um processo legítimo. Por ironia, trata-se de um parlamento golpista que negava a aprovação da Venezuela como membro pleno do MERCOSUL devido à falta de democracia no país-candidato. Ápice do surrealismo, esse parlamento golpista paraguaio rejeitou a entrada da Venezuela no bloco em ato simbólico de protesto.

E quanto ao Novo Código Florestal? Trata-se de uma atualização do códio de 1965, uma velha legislação feita em meio à Ditadura Militar, ambiente autoritário, sem participação democrática da população. Ora, o Novo Código é mãe para o agronegócio frete ao código de 1965. Em um aparente conto kafkiano, esse assalto à natureza foi aprovado pelo Congresso quase no início da Rio+20, outro retumbante fracasso! Para minimizar o estrago ao meio ambiente e sob pressão de amplos setores da sociedade civil a presidente Dilma agiu de forma nada democrática (dentro da lei, mas nada democrática) e transformou as discussões do Congresso e Medida Provisória. É claro que a MP será aprovada (ou não…) pelos mesmos parlamentares que se submeteram ao agronegócio.

E no Sistema Internacional mundial as coisas também não vão muito bem. Os defensores dos direitos humanos que massacraram a população líbia para a derrubada de Kadhafi e posse de um nada democrático Conselho Nacional de Trasição (CNT) agora pressionam a Síria com um objetivo final que não pode ser muito diferente do que já assistimos no Afeganistão e Iraque.

A sociedade não se cansa de nos surpreender… É a evolução!

Abraços a todos!