síria: um pouco de ignorância e muita hipocrisia

Olá!

Por que as lições nunca bastam para alguns? Intervenção externa com objetivo “humanitário” e para implantar a “democracia”. Como estão hoje países com a Líbia, o Iraque e o Afeganistão?

[Sobre a Síria] O secretário britânico dos Negócios Estrangeiros, William Hague, em 5 de Agosto avançou a mensagem, em resposta à tomada como reféns por militantes sírios de 48 iranianos, incluindo mulheres e crianças, de que o país está a afundar num conflito sectário e que as motivações que guiam os grupos de oposição por todo o espectro político decorrem das suas rivalidades religiosas e étnicas. “Isto só pode ser um novo colapso da autoridade do regime, um banho de sangue numa escala ainda maior…” , disse Hague. Na linguagem dos políticos ocidentais, expor previsões alarmantes é a forma tradicional de tornar público o plano real. (Olga Chetverikova)

Ainda teremos que escrever por muito tempo as palavras democracia e humanitário entre aspas…

A multiplicação de organizações de militantes na Síria serve para reforçar a impressão de que o país está esmagado e, portanto, torna mais fácil para o Ocidente vender o que está a acontecer como uma guerra civil total. Está a chegar o momento de chamar uma espada de espada e de desmascarar aqueles que inspiram o banho de sangue sírio pois a nação está a tentar sobreviver ao choque com a canalhice global. (Olga Chetverikova)

Leiam o texto completo clicando aqui.

Abraços a todos!

algo sobre… espaço schengen

Olá!

Sobre a livre-circulação de pessoas em países participantes do processo de integração da Europa, segue o artigo:

O espaço e a cooperação Schengen assentam no Acordo Schengen de 1985. O espaço Schengen representa um território no qual a livre circulação das pessoas é garantida. Os Estados signatários do acordo aboliram as fronteiras internas a favor de uma fronteira externa única. Foram adoptados procedimentos e regras comuns no espaço Schengen em matéria de vistos para estadas de curta duração, pedidos de asilos e controlos nas fronteiras externas. Em simultâneo, e por forma a garantir a segurança no espaço Schengen, foi estabelecida a cooperação e a coordenação entre os serviços policiais e as autoridades judiciais. A cooperação Schengen foi integrada no direito da União Europeia pelo Tratado de Amesterdão em 1997. No entanto, nem todos os países que cooperam no âmbito do acordo Schengen são membros do espaço Schengen, quer porque não desejam a supressão dos controlos nas fronteiras quer porque ainda não preenchem as condições necessárias para a aplicação do acervo de Schengen.

O artigo completo pode ser lido no site oficial da União Européia.

Abraços a todos!

Assange: arrogância de uma potência decadente; pressão da potência fora-da-lei

Olá!

A potência decadente (Reino Unido) pressiona pela extradição de Assange para a Suécia para que o acusado responda por estranhos crimes sexuais. A pressão da potência decadente é resultado, claro, da pressão da potência fora-da-lei (EUA) que não quer que vazem mais escândalos de desrespeito aos direitos humanos: sequestros, torturas, ataques militares a populações civis…

Segue um texto do site Brasil de Fato sobre o tema. Apesar de não concordar com o autor na íntegra, seu texto atualiza muito bem as questões legais e geopolíticas relacionadas. Para a leitura do texto, clique aqui.

Uma observação: A expressão estado fora-da-lei não é de minha autoria; é de Noam Chomsky, uma mente pensante em terras americanas.

Abraços a todos!