Não chore ainda pela Primavera Árabe

Olá!

6

Apesar do otimismo do título do artigo de Wallerstein eu acredito que uma passagem final do texto é mais realista: “No momento, parece que as forças que pressionam pelo fim da revolução estão vencendo.”

Aquilo que foi noticiado por articulistas superficiais como uma revolução democrática está mostrando sua verdeira cara. Uma sinistra articulação entre setores conservadores domésticos e interesses externos faz com que a chamada “democracia” permaneça distante das sociedades do Norte da África e do Oriente Médio. Talvez ainda mais distante…

O texto completo pode ser lido clicando aqui.

Abraços a todos!

Tendências políticas, ideológicas e institucionais na sociedade brasileira

Olá!

miseria

Desde a chamada “redemocratização” o Brasil tem passado por mudanças importantes nas suas estruturas sociais. Apesar de aparentes avanços até a Constituição de 1988 houve graves retrocessos ao longo dos anos 1990 que não foram revertidos na década de 2000.

Sônia Fleury publicou um artigo na Le Monde Diplomatique Brasil que analisa essas transformações. A substituição de um sistema social garantidor de cidadania por outro, regulado pelo mercado, atenuador da miséria na sociedade é um aspecto dessas mudanças.

Do Welfare ao Warfare State

Abraços a todos!

urbanização – a caminho da copa…

Olá!

O Instituto Pólis produziu esse importante documentário sobre as alterações que as cidades estão processando para as necessidades dos chamados “grandes eventos”: Copa do Mundo de Futebol e Olimpíadas.

Para quem não é do Rio de Janeiro – como eu – e precisa se situar quanto aos processos de remoção de comunidades, seguem dois mapas retirados do Google Mapas.

remoção1

remoção2 Em um instante, você se encontra a 70km de onde morava, trabalhava, comprava pãezinhos na padaria, da escola de seus filhos.

Abraços a todos!

incêndios: muita cobertura da mídia! só de um lado.

Olá!

HD_20130128154657incendio

A mídia nos informou recentemente sobre as formas de absorção pelo organismo das substâncias liberadas no incêndio na casa noturna em Santa Maria. Um médico defendeu que haja pronto acesso aos medicamento contra a intoxicação por arsênico que, segundo ele, teria salvado muitas vidas.

Ao mesmo tempo, uma comunidade pobre em Porto Alegre entrou em chamas sem o mesmo alerde da mídia. Ninguém morreu na comunidade pobre. Mas 50 casas foram atingidas prejudicando 195 famílias. “Apenas” mais uma favela incendiada para os grandes veículos de comunicação.

É possível ler sobre esse incêndio na comunidade Vila Liberdade de Porto Alegre em O incêndio na Vila Liberdade não pode significar expulsão social

Por Ramiro Furquim/Sul21

 

Em tempo: assustadora proximidade da comunidade incendiada com a nova “arena” da copa.

 

Abraços a todos!

pobreza, miséria e programas de transferência de renda

Olá!

O Povo

trabalho retirado do site http://observareabsorver.blogspot.com.br/

A Folha publicou hoje uma série de reportagens e artigos sobre os programas de transferência direta de renda no país. Mesmo sendo de um meio de comunicação como a Folha, são textos relevantes!

Metade dos gastos de Dilma vai para programas sociais” faz um balanço dos gastos com programas sociais e uma relação direta com os altos níveis de impostos. Para os que sempre perguntam “e para onde vai o dinheiro do meu imposto?” segue uma explicação. Merece espacial atenção os gráficos de despesas do governo com programas sociais e as categorias de benefícios.

Ex-miseráveis vivem de maneira precária, mas têm o que comer” evidencia as condições de algumas famílias beneficiadas pelos programas do governo federal. Os valores pagos pelo governo são reduzidos mas contribuíram decisivamente para melhora das condições dessas pessoas.

Em “13 mil famílias deixam lista da miséria após extra de R$ 2” valem especialmente os gráficos: as condições de pobreza e de miséria; número de famílias beneficiadas.

A convidada especial da Folha, Lena Lavinas, mostra que ainda há muito o que se fazem em “Análise: Boa conta, sem truques, inclui mais parâmetros além da renda“.

No site do Ministério do Desenvolvimento Social é possível encontrar os dados oficiais acerca dos programas do governo.

Abraços a todos!