Reificação de conceitos

Olá!

paisagem urbana1

O conceito se traduz como forma de explicação de um aspecto da realidade, palavra ou expressão através da qual se enfeixa uma série de significados. Assim, ao invés de se dizer “agrupamento de pessoas que se apropria privadamente dos meios de produção e explora o valor da força de trabalho dos demais”, diz-se “burguesia” [dentro do ideário marxiano]. Assim, burguesia só tem valor enquanto forma de descrição sintética de uma realidade, não tem realidade em si.

Na mesma linha de entendimento, o conceito apresenta uma historicidade. Diferentes autores, em mesmas ou diferentes épocas e sociedades, reportam-se de formas distintas a fenômenos mais ou menos parecidos. Além disso, uma mesma palavra, manifesta como conceito em dois diferentes arcabouços teóricos, são entendidas como conceitos distintos.

Esse processo não é diferente na Geografia. Os conceitos mais usuais – paisagem, território, lugar – não apresentam o mesmo significado em diferentes autores. O conceito de PAISAGEM, por exemplo, apresenta uma evolução histórica desde o século XVIII e, ao longo do século XX, em diferentes correntes geográficas, é por vezes marginalizado, ganha importância ou se manifesta de formas distintas.

Para ilustrar essa ideia em Geografia, segue um texto Raul Alfredo Schier sobre o conceito de paisagem: trajetorias do conceito de paisagem na geografia

Abraços e boa sorte a todos!