Nem sempre é o que parece

Olá!

Dali

Do sítio viomundo.com.br saiu esse delicioso texto de Luiz Carlos Azenha. Vale como uma leitura agradável, como é típico de textos de bons jornalistas. Mas vale muito mais: uma reflexão sobre o ser e a aparência; reflexão sobre a forma pasteurizada como muitos meios de imprensa apresentam o mundo aos seus leitores; reflexão sobre o momento atual de nossa vida política, sem escrever nem mesmo uma vez PT ou PSDB.

O jornalista que sai da redação e da tutela do chefe pode encontrar o mundo e entendê-lo por si.

No final, uma solução para o origem do comunismo no Vietnã. A inteligência pode se aliar ao bom humor através da ética. Segue o texto no link abaixo:

Nem sempre é o que parece

Abraços e boa sorte a todos!